ÁREAS CURRICULARES

Nessa etapa da Educação Infantil, o currículo deve apresentar situações em que a criança possa desenvolver as suas capacidades como ser humano e vincular tal desenvolvimento à aprendizagem de determinados saberes culturais que lhe permitirão conhecer o mundo.


A organização curricular proporcionará aos educadores informações sobre “o que”, “como” e “quando” ensinar e avaliar. Como essa etapa não é obrigatória, o currículo que será apresentado não tem caráter prescritivo, apenas orientador.


Os conteúdos são ordenados e organizados em torno das áreas curriculares que abrangem âmbitos de experiência muito próximos das crianças.


O professor poderá encontrar os objetivos e conteúdos no guia de orientação.


Descoberta de si mesmo

Apresentamos conteúdos que estimulem o processo do conhecimento que a criança faz de si mesma, a construção da sua identidade e as possibilidades de utilizar os recursos de que dispõe no caminho da autonomia.


Descoberta dos meios social e natural

Esse âmbito se refere à ampliação do espaço infantil e ao conhecimento da realidade física e social, que inclui uma determinada representação do mundo, e à existência de vínculos afetivos e de sentimentos de pertinência.


Intercomunicação e linguagens

Nesse caso, as propostas são direcionadas à mediação entre o indivíduo e o meio, com experiências que possibilitem a aquisição de novos conhecimentos por meio de diferentes formas de comunicação e de representação. É o âmbito que proporcionará a aprendizagem e a compreensão da realidade.


Para cada âmbito de experiência, apresentamos núcleos de conteúdos e desenvolvimento de projetos educativos.